sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Fordinho 1928 Model A Phaeton ...


Todos queriam sair na foto com o Fordinho 1928, Model A Phaeton.

O dono desse fordinho foi o 64º a requerer um registro de placa "Particular" em Pirapora-MG.

Notem o manuscrito "Ford" no radiador: parece que foi doado por um Ford T... E ainda não encontrei foto antiga de Ford 28/29 com faixa branca!

guilhermedicin@hotmail.com

4 comentários:

  1. Olá Guilherme, como é bom acessar seu blog e ver fotos cada vez mais maravilhosas! Eu sou fã de modelo A e este da foto é um 28, ou seja, vidros dos faróis com vincos apenas na vertical e sem maçanetas externas. Sua observação sobre as bandas brancas é muito pertinente, pois os Ford modelo A aqui no Brasil raramente são restaurados no padrão original, eles costumam receber bandas brancas, cores exóticas à linha, estofamentos rococó e capotas fora da cor padrão... a banda branca era um OPCIONAL nos EUA, aqui no Brasil não sei como era, já que o regime de CKD permitia certas diferenças dos padrões da fábrica matriz. Valente modelo A, desbravou muito nosso chão. Um amigo meu, o seu Calligari, aos 94 anos, relatou-me recentemente que foi só com o modelo A que o automóvel começou a deixar de ser raridade no nosso país.

    ResponderExcluir
  2. Chico, corrigi o ano, você tem razão.

    O mais intrigante é que ainda hoje se cometem erros absurdos em restaurações com o fordinho. A maioria delas posam como "originais", recebem placa preta e algumas até são realizadas por "especializado em carros antigos" mesmo sem serem especialistas -como eu costumo dizer.

    Os erros mais grosseiors são quanto a cor, enjoei de ver Fordinho 29 vermelho ou inteiro preto... Outro erro é a cor das rodas, que deve ser preta. Nada de creme, amarelo, vermelho -Isso vale a partir de 1930. Aí vem a algazarra com os filetes da carroceria. Para completar, capota e tapeçaria "rococó"... E como se não estivesse completa a desordem, ainda vem as faixas-brancas e tela no radiador... E tudo isso na era da internet, com tudo na mão!! Imperdoável.

    ResponderExcluir
  3. Olá Gui.
    Acho que devido o Fordinho 29, e parece que a mania é dizer que todos são do ano 1929, foram muito populares nos tempos remotos, e cheguei a ver muitos deles enfeitados com "pinceladas" de tintas nas portas e desenhos do Mickey e Pato Donald nas laterais proximo as portas, penso que naquele tempo carro antigo era chimbica ou calhambeque, este devido a musica do R.C. Roberto Carlos, que mais prejudicou doque valorizou este modelo com a especulação do modelo e afinal hoje qualquer carro com um pouquinho mais de tempo já tem os aproveitadores querendo vender com a alcunha de "reliquia", e isto seria cômico se não fosse tragico, é lamentável o ponto que chegou os "especializados em carros antigos".
    Dario Faria

    ResponderExcluir
  4. A cor do 1928 nas rodas não era realmente creme - somente preta. Apenas nos modelos Top, como coupe Cabriolet e o Sport Coupe, havia a cor creme. Mas, no 1929, já era possivel ter creme em todas versões, além do verde e bordeaux. Pouca gente sabe, mas o Phaeton e Roadster tinham cores exclusivas para o revestimento! Para o modelo 1929, há várias cores disponíveis, mas todas com o pára-lama preto.

    ResponderExcluir