domingo, 25 de abril de 2010

Caravana da Integração Nacional ...

No último 21 de Abril, comemorou-se os 50 anos de Brasília, a nossa Capital Federal.

Brasília é o monumento maior do governo de Juscelino Kubistchek. Mas, dois meses antes de sua inauguração, a cidade recebeu a visita e o festejo de outra grande conquista do governo JK: a indústria automobilística!

Havia surgido a ideia em realizar uma grande caravana de automóveis produzidos no País, saindo das regiões dos quatro pontos cardeais e encontrando-se no centro do País, na mais nova cidade: Brasília.

A caravana do Sul saiu de Porto Alegre-RS percorreu 2.200 Km.
A caravana do Oeste saiu de Cuiabá-MT e percorreu 1.100 Km.
A caravana do Norte saiu de Belém-PA e percorreu 2.220 Km com muita dificuldade através da rodovia Belém-Brasília.
A caravana Leste teve a largada inicial do Rio de Janeiro e percorreram 1.200Km, porém, seus integrantes haviam partido antes de São Paulo.

As quatro caravanas encontraram-se no dia 02 de Fevereiro de 1960, sob um dia de chuva. Juscelino os recepcionou: descendo de seu helicóptero, entrou em uma das 25 Romi-Isettas que vieram rodando na Caravana Leste. Então, o grupo de 130 automóveis brasileiros e 287 expedicionários desfilou pelas ruas da Brasília ainda não inaugurada.

Foi uma viagem épica naquele que assumia ser um grande país, gerido por um grande presidente.

Na imagem acima: Kombi, DKW-Vemag, Simca Chambord, Chevrolet Brasil, Internacional, Rural, Vw Sedan, desfilando pelas avenidas daquela grande cidade. Ao fundo, os prédios dos ministérios.

Na foto abaixo, a Caravana Leste em frente ao Palácio do Catete no Rio de Janeiro prontos para a largada.
Aparece na foto: Rural Willys, três Simca Chambord, Toyota Land Cruiser, Kombi e Vw Sedan sob a bandeira com as cores verde-amarelo.
Acima, os utilitários perfilados.

O ônibus que aparece na foto é muito bonito. Um FNM encarroçado pela Caio, com um grande "cuore" frontal ao lado do caminhão Mercedes "bicudinho" e dos "Cara-Chata". Ao fim estão os Internacional Harvester.
Acima, parte do "rabo de peixe" da Simca Chambord, o Jeep Willys em destaque, atrás a Rural Willys, seguido por uma Chevrolet Amazonas.

Abaixo, fileira de Willys.
A coluna Norte passando por diversos atoleiros para chegar à nova capital federal brasileira.

Essas fotos pertencem ao acervo do "O Globo" e, mais pode ser visto através do link para a coluna do Jason Vôgel, que é http://oglobo.globo.com/economia/carroetc/mat/2010/04/20/brasilia-quilometro-zero-caravana-da-integracao-nacional-viagem-pioneira-nova-capital-916394368.asp#coment indicado pelo Juliano Dalla Rosa .
guilhermedicin@hotmail.com

Um comentário:

  1. Ola Guilherme!
    Saudações ferruginosas!!
    o belíssimo (e raro) ônibus com a grade "Cuore" encaroçado pela CAIO (Companhia Americana Industrial de Ônibus) é um rarrisimo
    Caio Bossa Nova Alfa Romeo D-11.000 1959!
    Forte Abraço!
    Bruno Blasius.

    ResponderExcluir