sábado, 17 de abril de 2010

Águas de Lindóia -2010 ...

Passada rápida pela exposição de Águas de Lindóia-SP, que teve a abertura oficial hoje e durará até a próxima quarta-feira.
Muito calor, muita gente.
Durante todo o dia chegavam carros, mesmo vindo embora agora ainda cruzei com alguns na estrada.
Tem muitos carros bons, selecionei os que mais chamaram minha atenção, começando pela foto acima, dois conversíveis dignos de capa da "Revista de Automóveis": um Fairlane 1955 ao lado de outro 1957- conversíveis!Uma grande surpresa: um Onça! Mais um exemplar do famoso protótipo da FNM.
Agora são dois os salvos. Me parece que esse Onça é de único dono... quem souber mais, que conte!
Mais nacional, uma Simca Chambord 1959, bastante bonita.

Vejam esse Mércury 1951! Carro lindo, pintura de fábrica, perfeito! Recém importado? que nada, é brasileiro desde novo.

Esse carro pertencia (pertence?) à coleção do pioneiro colecionador Og Pozzoli... Mas agora apareceu emplacado em outra cidade e na fichinha o nome de outro colecionador... O Og desfez-se desse carro?

No pátio de carros à venda está a Romi-Isetta também pertencente à coleção Og Pozzoli, como exibe a placa amarela à mostra. A cidade e o nome do novo proprietário confere com a do maravilhoso Mércury...Cord 810, carro deslumbrante. E tinham dois!Dois representantes do maravilhoso ano da indústria automobilística norte-americana: 1957.

Acima é um Rambler, carro recém restaurado (ou recém salvo), linhas muito bonitas, em estado de OKm, dá gosto de se ver.

O mesmo devo dizer do Dodge conversível 1957, mais um candidato à capa da "Revista de Automóveis"...Os anos 30 também tinham o seu colorido.

Abaixo, Aero Willys 1962 e Vw Sedan que vieram rodando de Teresina-PI até o Encontro, mais o Chevrolet Bel Air 1953.

Na parte dos caminhões, senti falta da abundância dos FNM, mas alguns compareceram.

Acima, um caminhão Chevrolet "Boca de Bagre" 1954 muito bem restaurado.

Abaixo, um nacional muito bem restaurado, sem os excessos muito comuns às restaurações de caminhões, mas que acabam passando por exemplo. É um Chevrolet Brasil.

Um bonitinho em meio aos Charger e Magnum: um Dodge 1.800 SE 1974! É um carro muito alegre, primeiro que vejo nesse estado, parece zero.

Outros que gostei muito de ver foi essa dupla de Chevette, incrivelmente novos. Um Hatch e um quatro portas.Outro Cord, esse 812 conversível. Também é um recém importado e estava no stand de uma importadora. É um carro lindíssimo, enriquece muito o acervo brasileiro, bem como essa picape Chevrolet Cameo V8 1956.
Voltando à seção de veículos para venda, me admirei dessa Kombi luxo 1969. Uma gracinha, perfeita.

Abaixo, caminhão Chevrolet Boca de Sapo, com "cara de época"!Abaixo, outra à venda: uma rara Ford Twin-Bean luxo 1969. Muito lisa, perfeita também. guilhermedicin@hotmail.com

10 comentários:

  1. Mais um Onça!!!! fantástico!!! tbm queria saber a história desse exemplar....

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo post. Cobertura concisa e bem abrangente do evento. Gostei do Rambler. O Cord fechado é do Siciliano?

    ResponderExcluir
  3. Luís, o do Siciliano é preto. Esse é "recém-importado"... Pra um país que exportava Cord, até que a safra está boa...

    ResponderExcluir
  4. Minha nossa... O que estou perdendo???

    Esse Onça não seria o mesmo que apareceu meses atrás no "Limite", da ESPN Brasil, quando começaria a ser restaurado? Lembro que era vermelho e de único dono...

    ResponderExcluir
  5. Guilherme ,
    excelente cobertura fotográfica !
    Dos caminhões , que mania de cromar as grades...!
    Os Fairlanes....lindos : dos 1957 tinhamos poucos por aqui no RS . Foi o Ford que desbancou o Chevy nas vendas e , coisas da história , o Chevy é que passou a ser o "endeusado " décadas depois!
    E o Onça : este não conhecia , maravilha !
    Os verdeamarelos brilhando , muito bom , carros excelentes !
    Poste mais algumas para os ausentes distantes , por favor !
    Grande abraço...TATO

    ResponderExcluir
  6. Guinle, parabéns! Sua cobertura está excelente. E muito democrática: tem espaço para nobres, como o Cord, e plebeus, como o Chevette.
    Quanta surpresa boa: Rambler (qualquer carro da AMC é figura rara cá no Brasil), Dodginho SE e... Vixi, mais um Onça! Sensacional!
    Pô, 'cê deixou gostinho de quero mais... Vai ter mais?
    Abração! TL

    ResponderExcluir
  7. Hoje pela manhã tive duas gratas surpresas: Ver em primeira mão as fotos deste evento muito bem "Batidas e Documentadas" e o programa da Globo também cobrindo exatamente estes mesmos modelos, com destaque para uma das minhas ( senão a maior paixão de época) o Fairlane '57 ( podia ser mesmo o hard-top, mas conversível já tá de excelente tamanho).

    Parabéns Guilherme por mais este feito!

    ResponderExcluir
  8. Guilherme parabéns pelo tópico e pelas ótimas fotos. Infelizmente esse ano o tempo ($) ficou curto e não consegui ir até Lindóia, mas ainda bem que existe o blog antigos verde amarelo. O Dodge 57 é daqui da minha região, mais precisamente da cidade de Santo André. Já participou dos eventos que organizamos aqui na cidade. É um carro fantástico.
    Obrigado pela ótima cobertura do evento.

    Abraço!

    Fabio

    ResponderExcluir
  9. Olá, amei o blog. Tenho uma bicicleta Phillips, que na verdade é minha e do meu avô. Está aqui o blog com as fotos da mesma: www.matheuscarogiobicicletaphillips.blogspot.com . Agradeço por usar este espaço para anunciar meu blog.

    ResponderExcluir
  10. Ola amigo possuo um chevrolet 1950 placa do ano ( boca de sapo ) e estou precisando vender, se alguem interessar de um retorno.

    ResponderExcluir