quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Abandonados ...

Nas centenas de fotos apresentadas nesse blog, os automóveis antigos apareceram na mais vigorosa forma: as vezes nas concessionárias, às vezes 0Km com seus donos ou simplesmente trafegando por ruas e estradas desse nosso Brasil. Porém, após sua vida útil, nem todos tiveram a sorte de ter quem zelasse por eles, preservando-os como ítem colecionável. Assim, a grande maioria acabou-se nos ferros-velhos ou simplesmente foram abandonados nas ruas e vielas. Essas máquinas que antes recebiam olhares de admiração e inveja, tiveram de se acostumar com os olhares de desprezo sobre os estorvos que se tornaram. Nas fotos acima, um Plymouth Fury 1973, largado, jogado, abandonado em uma rua de Belo Horizonte-BH em 1988! Um carro com quinze anos de idade. O Plymouth tem placas de Brasília-DF.
Mais outro grandalhão norte-americano abandonado nas ruas de Belo Horizonte, dessa vez um Chevrolet Impala 1966, também em 1988. Essas fotos são do Rogério Machado.

Também em 1988, porém nacionais. Um Passat TS Verde Mantiqueira "pousou" sobre o teto de uma Vemaguet Caiçara. Sim, uma Caiçara! Apesar do parachoque e dos frisos luxuosos, a tampa traseira inteiriça e de abertura lateral denuncia sua casta.

4 comentários:

  1. Abandonar carros é uma prática que, pelo menos por aqui, não é mais tão comum quanto era na minha infância/adolescência (anos 80/90). Ou, pelo menos, hoje em dia os carros abandonados dificilmente tem a mesma graça dos que se abandonavam antigamente.

    Cheguei a ver alguns carros dos anos 50 e 60 abandonados aqui perto de casa. E também um Landau, que devia ter na época pouco mais de 10 anos, no máximo. Em uma região de Itaipava (Petrópolis - RJ), havia uma casa com 5 ou 6 carros antigos na porta, abandonados. Eu era bem pequeno, mas lembro pelo menos de um Jeep e um Aero-Willys. Eu passava as férias todos os anos lá e os carros estavão sempre no mesmo local. A uns 3 anos atrás, voltei pra rever a região e já fui pensando nesta fileira de carros antigos. E é claro que não estavam mais lá... Se foram para o ferro-velho ou para restauração, nunca vou saber.

    O Plymouth das fotos, que na época tinha 15 anos, vejam só, possuia exatamente a mesma idade que tem hoje o meu carro mais novo (que eu não penso em abandonar por aí).

    Porém, uma das coisas que mais me intriga nessas fotos é a posição das dobradiças da porta traseira dessa Vemaguet. Não sei se algum expert em DKW poderia ajudar, mas pelo que lembro as dobradiças eram sempre do lado esquerdo.

    ResponderExcluir
  2. se esse plymouth estiver ai aindo vou tentar descobrir quem é o dono pra ver se ele me vende

    ResponderExcluir
  3. que vergonha!abandonar estas belezinhas!nos anos 70 e 80 abandonavam carros devido ao fato da total inexistência de peças de reposição(graças aos nossos "queridos militares")já que a importação era praticamente impossível e do peço alto da gasolina(não muito diferente de hoje em dia )...

    ResponderExcluir
  4. Naquela época das fotos, estes carros abandonados tinham valor, não tanto como se estivessem hoje abandonados. Mas ainda é comum vermos carros acabando em ruas, porém não são aqueles antigos que valem fortunas restaurados...
    Repare bem que é fácil achar fuscas de 79 em diante se desmanchando nas ferrugens da vida, brasília, corcel II, belina... Entre outros, são carros que ainda não compensa reformar pelo estado em que se encontram, mas futuramente olharam para eles e dirão "que pena", assim como dizemos destes das fotos acima.

    ResponderExcluir