sábado, 16 de abril de 2011

Ford FK G-700 1956 ...


Caminhão raro e pouco conhecido por aqui: Ford FK G-700 1956.


Na foto, aparecem dois G-700 acompanhados de um Ford F-600 1957, todos carregados de café para exportação.

Os Ford G-700 eram alemães e tinham motor V-6 à diesel e em dois tempos! Porém, já na época era muito comum -quase que regra- substituir a mecânica pelo V8 à gasolina nacional...

19 comentários:

  1. Grande Guilherme!

    Cara! Postei a fotografia de um ônibus montado sobre um caminhão FK G 700 essa semana no blog,na postagem sobre a Eliziário.
    Levei uma surra para descobrir que caminhão era este.
    Suspeitava que fosse Ford, mas não tinha certeza.
    Se não fosse meu pai, que chegou a sonhar com este caminhão tentando lembrar o nome eu não saberia até agora.
    Muito bom saber que existem outras fotografias que mostrem esses camimhões entre os brasileiros.

    ResponderExcluir
  2. Aqui em minha cidade Itápolis tem um. Não sabia que era Ford também. E pelas histórias que escutava era motor a gasolina e hoje está com um motor mercedes adaptado. O apelido desses caminhões aqui era risadinha.

    ResponderExcluir
  3. Na minha infância era comum ver destes caminhões cá pelas bandas do ABC. Só no início de século XXI soube da identidade e origem deles. Não é improvável pensar que estes modelos foram montados pela Ford nos anos 50 na antiga fábrica do Ipiranga, com certeza em número muito menor que os caminhões da série F norte-americana. Abraços. TL

    ResponderExcluir
  4. Me lembro bem desses caminhões, na maioria eram verdes.
    Sabia que eram ingleses e tinham o mesmo emblema ( FK no capô) dos Ford Taunnus.
    Não me lembrava (ou não sabia) que tinham motor 2 tempos a diesel.
    Romeu

    ResponderExcluir
  5. Tive um vizinho que possuia um desses...ele descia a serra de Ubatuba, carregado, e no tempo que era de terra batida com pedras soltas. Sempre funcionou bem, só que fazia um barulho infernal, não havia escapamento que desse jeito...

    ResponderExcluir
  6. Interessante que não existe (eu pelo menos desconheço) nenhum destes caminhões restaurados ou em mãos de colecionadores, ainda que não fossem tão raros no final dos anos 50 e início dos 60. Lembro de uma empresa que ficava na frente da casa de uma tia que possuia uma frota de pelo menos 4 unidades. Seu barulho de dois tempos era inconfundível, e muito mais tarde a própria Ford lançou modelos do F-600 (meio dos anos 70) com motor Detroit Diesel, que tinha o mesmo ruído característico.

    ResponderExcluir
  7. E depois a regra era tirar os motores a gasolina e botar motor diesel! Que loucura.

    ResponderExcluir
  8. Publicidade dos FK 700 de época:
    http://www.roadtransport.com/blogs/big-lorry-blog/Ford%20Koln.jpg

    ResponderExcluir
  9. "G-700", QUANTA SAUDADES!
    Meu pai adquiriu um deles em 1956,ainda zero, ele retirou o motor original e instalou nele um V-8 Rocket (do F-600, usou este caminhão até 1960, quando o vendeu e nunca mais tive notícias dele. Ele teve outros caminhões antes deste mas em 1960 ele mudou para o ramo de retífica de motores.
    Andei tentando localizar o velho caminhão mas nunca mais tive notícias, recentemente levei meu pai para ver um que está aqui no RS e em muito mau estado, mas ainda na ativa.
    Tenho um carisma todo especial e salvo todas as fotos sobre este caminhão fantástico.
    Lembro que ele tinha muito a ver com os antigos Mercedes 1111 (mesmas rodas, sistema de freio, chassis bem parecido e posição do volante que era praticamente a mesma).
    Forte abraço a todos.
    Eugênio Tramontini
    ENCANTADO-RS

    ResponderExcluir
  10. ESTE CAMINHAO TEM HISTORIA

    Meu avô e meu pai tiveram dois caminhoes destes, um era importado o outro já nacionalizados. Usavam os veículos para venda de banana no interior de SC - Os dois veículos vermelhos equipados com buzina a ar eram inconfundíveis sobretudo pelas crianças que adoravam bananas. ainda hoje procuro algum modelos destes no mercado mas pelo que parece sumiram mesmo

    ResponderExcluir
  11. No tempo que morei na Zona Leste, tinha um G-700 desses no depósito de material do bairro, quando pedíamos material era ele quem vinha entregar. Depois encostaram num terreno baldio, e lá ficou por anos até que foi sumindo aos poucos, ficou só o chassi...uma pena.
    Teve um outro que ficou jogado lá no mesmo lugar desse aí, era um cavalinho International amarelo, me lembro bem do nome escrito na porta "Translor" (cegonha)
    abraços
    Arnaldo

    ResponderExcluir
  12. Tem vários restaurados andando e guardados! Meu pai comprou um semi-novo em 1957, com 28.000kms. Dava problema na turbina e na saida, porisso trocavam de motor. Os brasileiros não sabiam lidar e menos ainda ler o manual. Depois de alguns anos um mecânico em Porto Alegre, de Nome ZEPPEL, reformava e os deixava novos (os motores). Depois de tempos comprou outro motor semi-novo que havia sido trocado por um Ford a Gasolina. Mas só teve prejuíso, em 1960 um Tio comprou dois deles e viaja pelo Paraná, RGS, SC. Queimou um na estrada, perto de Júlio de Castilhos, eu estava junto! Soltou o cabo do motor de partida e provocou incêndio pois portava duas baterias de 12volts cada. Em TucunduvA TEM UM CIDADÃO QUE TEM UM DESMONTADO, para vender e mais um motor de reserva.

    ResponderExcluir
  13. Meu avô tem um! Ele é amarelo,ano 1956, motor mercedes OM352,a diesel, direção hidráulica adaptada, só precisa de uma reforma ! Moramos em Teresópolis-RJ, se alguém estiver interessado é só mandar um e-mail...
    isabela.affonso@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. qual o valor dele?

      Excluir
    2. qual o valor dele e se der para mandar as fotos eu agradeço meu email é mayconcabrera@hotmail.com

      Excluir
  14. P/ ISABELA AFFONSO.
    ISABELA ! GOSTARIA QUE VOCÊ ME MANDASSE FOTOS DO G700 DE SEU AVÔ BEM COMO O PREÇO DELE, CASO ESTEJA DENTRO DAS MINHAS POSSIBILIDADES FAREMOS NEGÓCIO. FORTE ABRAÇO / MUITO OBRIGADO. JOSEMIR.
    josemirmarcolla@terra.com.br

    ResponderExcluir
  15. ESTOU COM UM G-700 NA MINHA OFICINA,ELE CAPOTOU.ESTOU PRESCISANDO DE PEÇAS,PARABRISA,CAPU E OUTROS.

    ResponderExcluir
  16. meu e-mail é emerson_pegoraro@hotmail.com
    para poscivel compra de peças do g-700

    ResponderExcluir
  17. Lembro-me, com muitas saudades, no início dos anos 60, quando os FNMs, Mercedes Torpedo, Internacionais e alguns desses belíssimos e raros caminhos FORD FK G-700 carregavam café do armazém da Cooperativa, onde meu pai trabalhava, em Carmo de Minas (MG). Nunca mais tive notícias dos FK G-700. Parabéns pela divulgação.
    LUIZ ANTONIO REIS - ALFENAS (MG)

    ResponderExcluir