terça-feira, 22 de setembro de 2009

Maserati americana ...

Há dois dias eu fiz o post sobre a Maserati carioca , que era pilotada por Henrique Casini. Aproveitei para perguntar sobre o paradeiro desse bólido.Hoje, o Joca colocou em seu blog -http://mestrejoca.blogspot.com/- não só o seu paradeiro, mas também parte de sua biografia.
A Maserati de chassi 3062 foi construída em Agosto de 1956, em Modena, Itália (nem carioca, nem americana!). E, tem em seu currículo a participação no GP de Havana, com Stirling Moss/Schell; a vitória no GP de Caracas com Moss e participação de Juan Manuel Fangio, já em Dezembro de 1956. Logo depois, Fevereiro de 1957, vai para o carioca Pinheiro Pires, e em Julho, retorna à Itália para restauração, sendo então, pintada em amarelo.
No mês de Agosto de 1957 a Maserati retorna ao Brasil, já para o Henrique Casini, que fica com ela até 1959, vendendo-a ao Camilo Christófaro, que a mantém até o início dos anos noventa.
Após a morte desse corredor, a Maserati "carioca" vai a leilão pela Christie´s, em Julho de 1997.Sem nenhuma restauração, alcançou o valor de 441.500 libras...
Na primeira foto, com o crédito de Vicente Miranda, a Maserati em foto de 1957 no Viaduto de São Cristóvão, retornando de uma corrida, na qual foi pilotada por Pinheiro Pires. Ao volante na foto, Aldo Duarte Pereira.
Na segunda fotografia, o estado em que foi leiloada após décadas com Camilo Christófaro. Nessa última, o estado em que se encontra atualmente, restauradíssima e participando dos mais seletos eventos norte-americanos.
guilhermedicin@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário