domingo, 7 de junho de 2009

Del Rey Ouro 1984 ...

Amigos, aqui uma foto da gaveta do autor desse blog.
Essa foto é de 1994, e sou eu o garoto junto ao Del Rey Ouro 1984.
Ao fundo, aparece a Brasília 1978 azul colonial do meu Avô, essa Brasília ainda existe.
Essa foto possui uma historinha, que agora, ficou até interessante: desde sempre, gosto muito dos Del Rey, meu Pai teve um até 1993. Esse Azul, foi comprado por um Tio após a venda do nosso Del Rey preto, mas ficou pouco tempo com ele. Dessa forma, houve uma rápida identificação minha com esse Del Rey da foto.
Esse Tio morava em Santos e vinha à Brazópolis apenas nas férias e feriados... Nessas ocasiões, era o meu escolhido para brincar de dirigir, e estava sempre sob minha vigilância para eu pegar uma corona.
O mais curioso de tudo é que essa foto que exibo agora, só existe por muita insistência minha!
Como eu gostava do carro, eu pedi pra que tirassem uma foto dele pra mim.
Como vontade de criança nem sempre é atendida, tive que pentelhar muito para que essa foto saísse. Afinal, era gastar uma "pose" do filme fotofráfico à toa...
Por isso acho que esse blog começou já há muito tempo...

5 comentários:

  1. Oi Guilherme bom recordar , agora que me lembrei em minhas andanças passei varias vezes por Brazópolis se não me engano fica naquela estrada que sai da Pedra do Baú em direção a Itajubá .

    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Guilherme,

    Também tenho um certo "laço afetivo" para com os Del Rey da primeira geração...Explico: tenho um grande amigo cujo pai era funcionário da Ford Ipiranga,ele era responsável pelo Depto. de Pintura dessa fábrica,que motou os Galaxie,as picapes e caminhões.
    Desde que eu conheço o Marcos,seu pai,Seu Mário (com esse nome só poderia ser gente boa...)eles tiveram alguns Corcel II (o último era lindíssimo,um LDO 1981 a álcool completíssimo,com ar condicionado e teto solar de fábrica,vermelho granada,que foi da frota),e depois disso,ele comprou um Del Rey Ouro zerinho,prata,duas portas,em fins de 1984,por não ter gostado do "modelo novo",lançado a poucos dias antes...
    Eu mesmo andei muito nesse carro,e poucos anos depois,tive vários deles desse ano,que eu gostava não só pelo conforto e acabamento,mas também pelo "novíssimo" motor 1.6 CHT,que dava um bom desempenho com maior economia...
    Enfim,um carro maravilhoso,confortável e delicioso de guiar,com um acabamento inigualável,sólido e muito bonito para o seu tempo...Embora tenha sido um carro mais focado para um mercado comprador de mais idade,acabou seduzindo muita gente,inclusive "jovens" como eu...
    Grande abraço,meu amigo !!!

    Mário Buzian - Ivoti / RS

    ResponderExcluir
  3. Mário, como sempre, as suas contribuições são valiosas.
    Me descola o e-mail com o seu amigo Marcos? quem gosta de carros assim, certamente tem sua paixão registrada em fotos.

    Grande abraço,

    ResponderExcluir
  4. Olá! Acabei caindo nesse post pois procurava informação sobre a linha Belina Scala/Del Rey, comprei um Del Rey ano 1984, duas portas, nessa mesma cor. Queria saber se tem algum lugar aonde eu encontre informações a respeito. Pouco se acha sobre a linha Del Rey. Nos anos 80, meu avô teve um Ouro 4 portas, preto completo (acho q só não tinha o ar-condiconado ou se tinha tava com problema, pois não lembro dele com ar ligado), que em seguida foi para nas mãos do meu tio, que no começo da década de 90 trocou várias peças do carro, usou ele por uns anos e depois vendeu, lembro que ficou lá em casa uns dias pois ele não tinha garagem pro carro. Ainda na década de 80, um outro tio tinha um Ghia 4 portas e ficava garboso mostrando a trava que evitava que as crianças (como eu na época) usasse o acionamento elétrico dos vidro traseiros). Lembro que o carro era extremamente confortável. Anos depois descobri que o Galaxie ganhava em termos de conforto, só que esse não cabe lá em casa hehehehe

    Gostei muito de poder rever o incompreendido Del Rey no site, incompreendido, pois as pessoas sempre falam mal dele, mas a maioria que fala nem deve ter andado em um. Recentemente dirigi um Scala 86 de um amigo, para ver como era a sensação de dirigir um CHT em um carro pesado, gostei bastante, até me surpreendeu.

    Normalmente o que as pessoas falam mal e eu vou experimentar (em termos automobilísticos) em 90% dos casos é uma visão muito errada. Lembrei tbm que andei muito em um carro desses que era de um vizinho, mas isso já era décade de 90, sempre achei muito interesse o relógio no teto, bem futurístico. Assim que o meu carro chegar, comento mais a respeito, com certeza vai quebrar outros conceitos errados hehehehe

    Abraço!

    ResponderExcluir