terça-feira, 5 de novembro de 2013

Auburn Speedster 851 Supercharged 1936 ...


Mais uma raridade das raridades que andou por este País: Auburn Speedster 851 Supercharged 1935 ou 1936, em foto dos anos 1960 na região de Santo André -SP.

Não se tem notícia de um exemplar desses por aqui atualmente e este é o único registro de que um Auburn Speedster Supercharged tenha vindo pra cá.

Importante ressaltar que esta unidade já havia passado por transformações severas: os paralamas dianteiros estão bastante descaracterizados, ficando mais volumosos, sendo que os farois foram embutidos. A grade foi mexida e o quadro do parabrisa também foi alterado. Mas ainda assim, sem alterar a grande beleza do veículo, admirada mundialmente.

Vale a pena buscar fotos de exemplares atuais, como por exemplo, ESTE.

guilhermedicin@hotmail.com

6 comentários:

  1. Surpreendente ver aqui publicada esta foto, Guinle. Qual a fonte?
    Sei que foi originalmente publicada na coluna Memória do jornal Diário do Grande ABC na edição de 31 de outubro de 2001, e republicada na edição de 15 de novembro do mesmo ano, quando o autor da coluna, Ademir Medici, respondeu um e-mail sobre o assumto enviado pelo Tio que vos escreve. Abraços. Tio Lin.

    ResponderExcluir
  2. Será que a descaracterização não foi devido a algum acidente??Acho pouco provável que tenha sido ''ao gosto'' de algum proprietário....Na foto o Auto ainda estava em excelente estado.....

    ResponderExcluir
  3. Eric Elias Guimarães6 de novembro de 2013 19:01

    Na década de 1950 era comum a construção de novas carrocerias para antigos automóveis, vale lembrar que vários carros de corrida dos anos 30 ganharam carrocerias que em lada remetiam ao carro original no final dos anos 50. Talvez este Auburn tenha sido modernizado nessa época, não parece tão absurdo, afinal a alta sociedade daqueles tempos queria carros exclusivos, mesmo que tivessem de 'reciclar' seus automóveis.

    ResponderExcluir
  4. Concordo parcialmente com o amigo Eric(inclusive meu xará)Com certeza os autos ganhavam novas carrocerias,principalmente por parte de pequenos artesãos ou modificações em carrocerias existentes,vide o caso do Tucker......Mas acho que não é o caso desse Auburn,ser ainda um carro da alta sociedade no final dos anos 50.Apesar de ser uma exclusividade já era um carro ''velho'' e de dificílima manutenção....Se o intuito foi modernizar acho que pelo estilo do conjunto,deve ter sido entre final dos anos 40 e início dos 50.Acredito que nos anos 60 já era o carro de algum entusiasta ou excêntrico admirador.

    ResponderExcluir
  5. Eric Elias Guimarães8 de novembro de 2013 08:09

    Então, podemos fazer uma linha. Este carro deve ter sido modernizado nos anos 40 (Vale lembrar que a coqueluche dos farois embutidos pegou de vez no ano de 1940, dando aos carros de farois salientes o ar instantâneo de carro velho), e não sei se são meus olhos mas, ele ficou com um aspecto similar ao Cord 1937, e daí quando o dono enjôou, passou adiante, indo parar na mão de alguem 'que lhe deu um lar' nos anos 60. Isso as vezes me faz refletir sobre quais seriam os veículos que estão nesse pé hoje em dia (Tratados como bombas e futuros carros raros), me arrisco desde já a alguns palpites: Os veículos da Gurgel, da Lada e da Seat, os fora de série e os conversíveis de série nacionais, todos estes das décadas de 80 e 90.

    ResponderExcluir