quarta-feira, 13 de junho de 2012

VW SP-2 1971 - Protótipo ...

A primeira aparição do "Projeto X", depois batizado como Volkswagen SP-2, foi em março de 1971, na "Feira da Indústria Alemã" realizada no Anhembi em São Paulo -SP.
O protótipo traz algumas diferenças do modelo colocado no mercado quase um ano depois, como a saia traseira, as rodas e claro, a ausência do nome "SP-2".

Desenho da VW brasileira, o SP-2 é hoje um clássico nacional com repercussão mundial.


Qual terá sido o destino deste protótipo?
Fotos: Volkswagen-Classic.de


9 comentários:

  1. Na verdade, este carro das fotos não é SP-1 nem SP-2 ele é o "Projeto X".
    O SP-1 tinha motor 1.600 e o SP-2 1.700, sendo que a produção do SP-1 foi muito baixa.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  2. Ah, mais uma observação importante: este modelo das fotos não possui a grelha para ventilação do motor, que ficaria atrás do vidro lateral.

    ResponderExcluir
  3. Guinle, no projeto original as grelhas de ventilação do motor ficavam disfarçadas nos frisos refletivos laterais, nas peças posteriores às caixas de rodas traseiras. Ao que parece, a Engenharia considerou a posição muito baixa e sujeita à entrada de água e poeira. Assim o Depto. de Design criou os chamados "raladores de queijo" posicionados junto às janelas traseiras. Abraços. TL

    ResponderExcluir
  4. Olá Guilherme, vc foi a Araxá?? Se vc não foi e precisar de fotos me mande seu email que eu envio elas para vc, tirei mais de 100!! rs
    Paulo

    ResponderExcluir
  5. Paulo, me contacte pelo guilhermedicin@hotmail.com

    Abraço,

    ResponderExcluir
  6. PlasticosTea, os SP-1 e SP-2 foram lançados simultaneamente e além da motorização, tinham diferenciados os padrões de acabamento, basicamente no interior, o primeiro mais espartano e o segundo com mais luxo e sofisticação. A aceitação do mercado não foi das melhoress devido à pequena diferença de preços o que gerou baixa produção. Muitos SP-1 foram caracterizados na época para SP-2 e hoje são muito raros os remanescentes, sendo conhecidas pouquissimas unidades.
    Boa a observação do Tio Lin. Não sabia do detalhe das grelhas nos frisos...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Olá pessoal,

    e as belas rodas que bem poderiam ter sido de norma nos SP......nunca vi um destes rodando assim equipado .

    Abraço a todos...Tato

    ResponderExcluir
  8. Tinha 7-8 anos e fui nessa exposição da industria alemã, acompanhando meu pai que foi ver máquinas para a indústria gráfica. Um senhor alemão trabalhava com ele, o que facilitava as coisas nas visitas. Lembro do estande da VW e dos modelos que sairiam nos anos seguintes, lembro do TL 4 portas, mas quando vi esse SP meus olhos quase pularam das órbitas. Foi no Ibirapuera e lembro que tinha de tudo da indústria alemã, até farmacêuticas como a Hoechst.

    ResponderExcluir