segunda-feira, 11 de maio de 2009

Uno 001 ...

Por onde andará o "001"?
Com certeza, em toda família brasileira, já passou um Uno.
Essas fotos foram enviadas pelo Paulo Júnior, de Belo Horizonte, e mostram o Fiat Uno em seu ano de lançamento.
Segundo ele, essas fotos são da Revista Veja de Agosto de 1984.
O Paulo ainda fez algumas observações: "Aqui no Brasil há muito preconceito com o Uno, mas muitas da inovações que os carros receberam tiverem como precursor o Uno! Entre essas inovações estão, carro pequeno com bom espaço interno; primeiro 1.0 nacional; primeiro carro turbo de fábrica nacional, e outros."
E termina dizendo: "Sou proprietario de um Fiat Uno ano 1988 em excelente estado de conservação e vou te confessar uma coisa. Pra um carro de 21 anos como o meu ele não perde em praticamente em nada pros carros da mesma categoria que são fabricados hoje! Principalmente em desempenho e em economia de combustível."

Paulo, belas imagens.
Eu gosto do Uno, e vocês?
guilhermedicin@hotmail.com

8 comentários:

  1. O Uno número 1...eu não sei...mas o 147 número 1 está em uma concessionária daqui do RJ

    ResponderExcluir
  2. Verdade?!
    eu não sabia dessa! como consigo fotos?

    ResponderExcluir
  3. Esse primeiro 147 foi vendido ao dono de uma concessionária, meio que por engano. Depois, tentando recuperar parte de sua história, a Fiat ofereceu uma cegonheira de Elbas (lançamento na época) em troca do carro. Na época, o dono da loja não aceitou e, pelo jeito, guarda o carro até hoje...

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh eu tive 3 Fiats Uno. Um Brio, um ELX e um Fire. Só tive problemas com o Brio, uma vez. Um pneu furado. E só. O Uno é uma carro muito parrudo e resistente. Nunca te deixa na mão...

    ResponderExcluir
  5. Por sorte, minha família nunca teve e nem terá um Uno.

    ResponderExcluir
  6. Guilherme,

    A história desse 147 número 1 é famosa...Reza a lenda que a Fiat sorteou o carrinho entre os funcionários,e o número dois foi vendido à MiloCar,concessionária carioca.Pois como o dono dessa loja veio a Betim retirar o primeiro carro,aproveitou e fez uma oferta de compra para o felizardo operário que ganhou o chassi 0001.
    Levou os dois para o Rio,e manteve o primeiro guardadinho no showroom por anos a fio,sempre bem protegido,e com baixíssima quilometragem.
    A revista Quatro Rodas,em 1986,fez uma matéria mostrando o que mudou no 147 depois de dez anos de montagem,e conseguiu com exclusividade um teste comparando um modelo 1976 (o chassi 0001)com um modelo 1986 (que depois viria a ser a última série deles,já que o Uno estava sendo produzido desde meados de 1984).Não sei te precisar qual o mês,mas deve ser em meados de Junho/Julho de 1986 que esse teste apareceu.
    Nessa reportagem,o dono da concessionária Milocar disse que tinham realmente oferecido uma carreta cheia de Elbas em troca do carrinho,mas ele afirmou que não faria a troca,"nem por uma carreta cheia de Alfa-Romeo" .
    Como disse o Felipão,ele deve ter o carrinho até hoje (se a loja não fechou ou mudou de dono)...
    Quanto ao Uno 0001,aposto que esse sim,foi guardadinho pela fábrica em Betim...
    E tem ainda um Mille 1991,primeira série,vermelhinho,que foi presenteado a Adrianer Galisteu pelo Senna,e que foi emplacado,mas nuca rodou,e que ela guarda até hoje como lembrança...

    ResponderExcluir
  7. Gosto também, já possui um 1991 e até agora foi um dos melhores. Não dava problema algum. www.maninhodesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. João Gabriel Porto Bernardes31 de maio de 2010 20:02

    The horror,the horror

    O começo do fim,o início da era das caixas de papelão cor prata e preta...

    Que tristeza...

    ResponderExcluir